Missionário da Consolata na Colômbia e no Equador...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Lectio Divina do texto de Mt 24,37-44 - 1º Domingo do Advento - ANO A

Por: Patrick Silva, imc

A vinda do Filho do Homem será como no tempo de Noé. Nos dias antes do dilúvio, todos comiam e bebiam, homens e mulheres casavam-se, até o dia em que Noé entrou na arca. E nada perceberam até que veio o dilúvio e arrastou a todos. Assim acontecerá também na vinda do Filho do Homem. Dois homens estarão trabalhando no campo: um será levado e o outro será deixado. Duas mulheres estarão moendo no moinho: uma será levada e a outra será deixada. Vigiai, portanto, pois não sabeis em que dia virá o vosso Senhor. “Ficai certos: se o dono de casa soubesse a que horas da noite viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que sua casa fosse arrombada. Por isso, também vós, ficai preparados! Pois na hora em que menos pensais, virá o Filho do Homem. (Mateus 24,37-44)

1. LECTIO – Leitura

E de novo recomeçamos o ciclo! A liturgia propõe a cada ano um ciclo que nos faz seguir os passos de Jesus, desde o seu nascimento até à sua morte e ressurreição. Com este domingo damos início à caminhada de mais um ano litúrgico. Como no início de toda a caminhada é sempre pensar em quais os objetivos se pretende alcançar, creio que não estamos muito habituados a esta maneira de pensar no campo da espiritualidade, mas esta é mais uma oportunidade para progredirmos em nossa vida espiritual.

Os capítulos 24 e 25 do evangelho de Mateus apresentam o quinto e último discurso de Jesus. A questão central deste discurso é a vinda do Filho do homem e das atitudes que devem ser adotadas pelos discípulos para preparar esta vinda. Mateus escreve por volta da década de 80, dez anos se passaram após a destruição da cidade de Jerusalém, a comunidade continua esperando a segunda vinda de Jesus, que parece tardar… As comunidades cristãs estão desanimadas e desiludidas… O evangelista observa com preocupação os sinais de desleixo, de esfriamento que começam a serem evidentes nas comunidades e sente que é preciso renovar a esperança. Assim, Mateus usa as palavras de Jesus para animar a comunidade. Oferecendo uma certeza: a vinda do “Filho do homem” é uma certeza, até que se concretiza, todos são convidados a preparar-se para este grande evento. A linguagem destes capítulos é estranha e enigmática… É a linguagem “apocalíptica”, seu objetivo é “revelar algo escondido” (a palavra “apocalipse” significa “revelação”. Na Sagrada Escritura é uma linguagem usada para comunidades que vivem situações de sofrimento, perseguição, com o intuito de ser motivo de ânimo e esperança.

Para o evangelista, a vinda do Senhor é certa, embora ninguém saiba o dia nem a hora (veja Mt 24,36); aos cristãos resta permanecer vigilantes, preparados e comprometidos… Mateus usa três exemplos para iluminar a sua catequese… O primeiro (37-39) é o exemplo da época de Noé: as pessoas viviam uma vida descomprometida; quando o dilúvio chegou, apanhou-as de surpresa e impreparadas… O segundo (40-41) apresenta duas situações da vida quotidiana: o trabalho agrícola e a moagem do trigo… Os compromissos e trabalhos necessários à subsistência da pessoa também não podem ocupá-la de tal forma que a levem a negligenciar o essencial: a preparação da vinda do Senhor. O terceiro (43-44) coloca-nos frente ao exemplo do dono de uma casa que adormece e deixa que a sua casa seja roubada pelo ladrão… Os cristãos não podem, nunca, adormecer e esquecer que a vinda do Senhor acontecerá num dia e numa hora que ninguém conhece. A questão fundamental é, portanto, estar sempre vigilante, atento, preparado, para acolher o Senhor que vem. São muitas as situações que podem fazer perder a oportunidade de acolher o Senhor que vem. Portanto, é tempo de estar vigilantes e atentos que é certo que o Senhor virá.

2. MEDITATIO – meditação

O que significa vigiar e ficar atentos para acolher o Senhor? Significa, fundamentalmente, acolher todas as oportunidades de salvação que Deus nos oferece continuamente… É um convite a realizar a missão que nos foi confiada por Deus da melhor maneira que nos é possível. É isso que estou realizando?

O Evangelho recorda alguns motivos que nos impedem de “acolher o Senhor que vem”… Fala de não ter tempo nem espaço para Deus; fala do viver obcecado com o trabalho, esquecendo tudo o mais; fala do adormecer, do instalar-se, não prestando atenção às realidades mais essenciais. E eu: o que é que na minha vida me distrai do essencial e me impede, tantas vezes, de estar atento ao Senhor que vem?

Neste tempo de preparação para a celebração do nascimento de Jesus, sou convidado a “recentrar” a minha vida no essencial, a redescobrir aquilo que é importante, a estar atento às oportunidades que o Senhor, dia a dia, me oferece, a acordar para os compromissos que assumi para com Deus e para com os irmãos, a empenhar-me na construção do “Reino”…

3. ORATIO – oração

Em nosso dia a dia tão corrida são muitas as vezes em que nos falta tempo para o essencial, corremos muito, talvez até demais, mas será que estamos apostando no mais importante? Em sua oração peça perdão pelas oportunidades de salvação perdidas. No entanto, agradeça a Deus que sempre vem ao encontro.

4. CONTEMPLATIO – contemplação
Deus vem, esta é a certeza que consola o coração. No silêncio sinta este Deus que se aproxima.

5. MISSIO – missão
“É muito importante que nos preparemos bem para o Natal. Por isso, mergulhemos a fundo no espírito do Advento e digamos com fervor: ‘Vinde, Senhor Jesus’” José Allamano

Disponível semanalmente em www.consolata.org.br

 

Um comentário:

  1. ISRAEL DARCY DE SOUZA24 de novembro de 2010 09:44

    Procurava algum comentário sobre a passagem da queda de Jerusalém e o fim dos tempos (Evang. Lucas), encontrei o seu, gostei muito, aproveitei pra ver o seu perfil (prá saber quem comentava) li um pouco da sua história e não pude deixar de registrar a alegria de saber que pessoas ainda dedicam suas vidas a causa do Reino.

    Parabéns, força em tua missão. Nossa Igreja, o Reino de Deus, esperam muito de pessoas como você... tenha certeza: "Antes de você O escolher, foi Ele quem te escolheu".

    Att.

    Israel

    ResponderExcluir